NARIZ

Nesta seção você encontra informações básicas para não médicos sobre a função do nariz e seios da face, além das principais doenças inflamatórias do nariz e seios da face.

Saiba mais

Ouvido

Nesta seção você encontra informações básicas para não médicos sobre a função do ouvido e suas principais doenças.

Saiba mais

Garganta

Nesta seção você encontra informações básicas para não médicos sobre a função da garganta e suas principais doenças.

Saiba mais

Distúrbio do sono

Nesta seção você encontra informações básicas sobre distúrbio do sono e seus efeitos.

Saiba mais

Cera no ouvido

Nesta seção você saberá:
– Por que o ouvido produz cera?
– Qual o melhor método para limpeza dos ouvidos?
– Quando você deve procurar um médico?
– E mais…
O ouvido é uma área bastante sensível e delicada, incluindo a pele do canal ou conduto auditivo externo e a membrana do tímpano, e a vontade de manter os ouvidos limpos pode ser bastante arriscada. Cuidados especiais devem ser tomados com esta parte de nosso corpo que é tão importante, principalmente com o uso de cotonetes e outros objetos inseridos no conduto auditivo.

Por que o ouvido produz cera?
O cerume ou cera deve estar presente em quantidades normais em nosso conduto auditivo. Ela tem uma função importante para o ouvido, é usada como proteção para a pele do conduto e funciona como um “repelente” para água. Com a ausência de cera os ouvidos podem sofrer com ressecados e com coceira. A maior parte do tempo o conduto é limpo “automaticamente”, pois há uma migração lenta e ordenada da pele do canal auditivo da membrana do tímpano para a abertura do ouvido, ou seja, de dentro para fora. A cera mais velha é constantemente transportada para fora onde ela usualmente se resseca, transforma-se em flocos e cai. Você pode ou não perceber isto.
A cera é produzida somente na parte mais externa do canal auditivo e não na parte mais profunda e nem na região próxima à membrana timpânica. Então quando um paciente apresenta bloqueio do canal com a cera próxima à membrana timpânica, provavelmente a pessoa introduziu e acabou empurrando a cera com cotonetes, chaves, clips ou até mesmo guardanapos.
O bloqueio causado pela cera pode provocar sensações muito desagradáveis tais como plenitude auricular (sensação de ouvido cheio), dor no ouvido, diminuição da audição, zumbidos e estalos.

Qual é o método recomendado para limpeza do ouvido?
Sob circunstâncias ideais, o canal ou conduto auditivo externo nunca deve ser limpo por dentro. Entretanto, na maioria dos casos não é assim. Para limpar adequadamente os ouvidos, após um banho com água morna, limpe somente a porção mais externa do conduto, com o dedo mínimo enrolado em uma toalha fina. O mais importante é não introduzir nenhum objeto dentro do canal auditivo. Mas se você já apresentar bloqueio do canal pela presença de cera, na grande maioria dos casos um tratamento simples pode fazer com que haja um amolecimento do cerume. Gotas podem ser aplicadas, tais como óleo mineral, óleo de bebê, glicerina ou até mesmo produtos comerciais como Cerumin© podem ser aplicados no conduto, desde que não haja perfuração na membrana do tímpano.

Por que não se deve utilizar cotonetes para a limpeza do conduto auditivo?
Uma das causas mais comuns de perda auditiva é o bloqueio por cera. Porém é uma perda temporária e de fácil solução: basta remover o cerume impactado. Mas quando há esta perda auditiva, na grande maioria das vezes, os pacientes usam produtos como cotonetes ou até mesmo chaves e clips na tentativa da limpeza e desobstrução do conduto auditivo. Entretanto, estas tentativas acabam por simplesmente empurrar a cera, ou parte dela, ainda mais para dentro do canal auditivo. E o que é pior, estes objetos pontiagudos podem traumatizar e até mesmo perfurar a membrana do tímpano.

Quando você deve procurar um médico otorrinolaringologista?
Quando a pessoa está bastante incomodada com a presença da cera ou está com diminuição da audição pela impactação da cera no canal auditivo, um médico otorrinolaringologista deve ser procurado. O médico tentará realizar a remoção da cera, ou com lavagens com água morna ou com instrumentos especiais para retirar o cerume impactado. Caso o otorrinolaringologista não consiga retirar no momento, em casos em que a cera está bastante compacta ou ressecada, o que pode machucar o canal auditivo, ele irá prescrever gotas para que sejam utilizadas para amolecer a cera. O uso destas gotas pode ser bastante incômodo, pois o paciente pode apresentar piora dos sintomas pela própria presença das gotas em conjunto com a cera durante o uso (mais zumbidos, piora da perda auditiva, sensação de água no ouvido, etc), mas é importante para a retirada do cerume.

Quais são os principais sintomas do acúmulo de cera?
– Perda auditiva que pode ser parcial e também progressiva
– Zumbido e barulhos no ouvido
– Dor de ouvido
– Sensação de plenitude ou de ouvido cheio.

IMPORTANTE: Estas informações foram escritas para ajudar a compreender melhor o seu problema e complementar as orientações dadas por seu médico, mas não excluem a necessidade de uma consulta médica e nem permitem o auto-diagnóstico e tratamento.

Novidades

Perda auditiva unilateral grave é considerada deficiência, diz TST

Perda auditiva unilateral grave é considerada deficiência, diz TST

perda auditiva unilateral igual ou superior a 41 decibéis é considerada deficiência e garante ao candidato de concurso público o direito de disputar vaga para portadores de necessidades especiais.
Saiba Mais
Exercício de respiração

Exercício de respiração

Exercícios de respiração pode aliviar o estresse e consequentemente o zumbido. Dica: O tempo que você leva para expirar deve ser maior que o tempo que você leva para inspirar. Mas não se esqueça essa dica não exclui a necessidade de procurar um médico especialista em Ouvido. Ligue na Clinica Cian e agende sua consulta […]
Saiba Mais
Você sabia?

Você sabia?

O nariz é um dos componentes das vias respiratórias. Na verdade, é o primeiro local por onde o ar passa até alcançar os pulmões. Dentre outras atribuições, ele é responsável pela limpeza, umidificação e aquecimento do ar inspirado. Para exercer essa função corretamente, o nariz possui um complexo mecanismo de defesa. Por isso, ao entrar […]
Saiba Mais