Perda auditiva unilateral grave é considerada deficiência, diz TST

perda auditiva unilateral igual ou superior a 41 decibéis é considerada deficiência e garante ao candidato de concurso público o direito de disputar vaga para portadores de necessidades especiais.